Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Des i - depois, em seguida

Uma perspetiva a dois: cultura, mundo, opinião.

Des i - depois, em seguida

Uma perspetiva a dois: cultura, mundo, opinião.

08.Ago.17

Casimiro Teixeira

Casimiro Teixeira  - Miro para os amigos - é o único português, desempregado, a trabalhar com mais efeitos visuais na "indústria literária". 

 

Leu os versus da Mafalda Ribeiro e diz que se sente "tocado pela incrível humanidade de certas pessoas excepcionais".

 

"Define-se como um escritor estilizado nos moldes de um realismo mágico, de histórias de solidão e deslumbramento – fazendo-se acompanhar em cada uma das suas narrativas, por alguns dos seus companheiros mais frequentes: o amor, o poder e a morte."

 

1653934_222140091325468_948943656_n.jpg

  (1)


"Os que resistem ao vento do norte, fumam às luas,
atiram umas graças, à sorte, para as ruas, desertas, e nem por isso são mais que os piores poetas."

 


Miguel Castro Calda VS Heinrich Böll?

Confesso que não conhecia nem um nem outro, mas atiro-me já a escolher o português. Primeiro porque os alemães me fazem espécie, até mesmo esse senhor Heinrich, que fui ver à Wikipédia e pareceu-me muito boa pessoa, e segundo, porque o Miguel Castro Caldas poderia muito bem ser mais conhecido, se o deixassem.

 

Barulho VS Silêncio?

Barulho para viver, silêncio para escrever.

 

Viver VS Conviver?

Viver primeiro e muito e com todas as letras vivas. É preciso andar-se de cabeça levantada e braços abertos para a agarrar de passagem e toma-la nossa pelos estigmas, sendo nós um bocado de toda a gente e vice-versa. Conseguindo-o, convivemos já sem darmos conta, de que a convivência faz parte. Sozinhos, pomos a vida em marcha-atrás.

Tudo VS Nada?

Poemas sobretudo, como os que arranquei de uma gaveta e coloquei num livro, o meu primeiro. Poemas por Tudo e por Nada, foi a minha ingénua crença de que a vida precisa de ambos para se equilibrar. Na altura, era um tolo e de tudo o que aprendi de então até agora, nada mudou, continuo um tolo.

Governo VS Sombra?

“Falarás com a tua voz e não com a voz que alguns te querem dar.”- Foi uma lição que aprendi muito cedo, com o meu pai. Como me ensinou também que a liberdade é uma coisa muito bonita, e que deve de ser mantida, cumprida. Logo, na minha cabeça, a isso somei a ideia de que era preciso arranjar forma de se deitar abaixo os sistemas de poder corruptos. Como não me ocorreu outra forma melhor de o fazer, escrevi um livro sobre o assunto.

Jardins VS Corpos?

Todos os corpos são jardins a aguardarem cuidador.

S. João Evangelista VS Farol?

Muito interessante esta. Diria antes S. João Baptista, porque é o padroeiro da terra que amo e Nossa Senhora da Guia também, para não desapontar a minha mãe que lhe era devota, e porque mais além da sua capela, fica o farol que guia os barcos a entrarem e saírem de Vila do Conde.

 

Seguro VS Inseguro?

Muito armado em seguro, quase vestido de armadura de herói a dias, mas é tudo uma falácia, sou um Crica, um frágil vidrinho. É de ter medo de não chegar a ser.

 

Coração VS Cérebro?

Haverá uma vida antes da morte? É que se houver, precisa de estar entre esses dois hemisférios, em permanente vai-e-vem. Quando falhar um o outro não se aguenta só.

 

12122905_1359064197440634_5852925916181655848_n.jp


Amigos VS Solidão?

Os meus melhores amigos deixam-me só muitas vezes, e amo-os mais ainda por isso.

Escrever VS Ler?

São indissociáveis. A leitura é a universidade da escrita.

Papel VS Digital?

Definitivamente papel. Que me perdoem as árvores, mas, nenhuma comodidade móvel de largo ou curto armazenamento, e com um ecrã como rosto, alguma vez substituirá o cúmulo de sensações ao momento da leitura de um livro-livro. É um objecto que nunca desaparecerá do quotidiano da humanidade.

Poesia VS Reflexão?

Poesia para esquecer todas as palavras. Prosa, para as reflectir longamente.

Passado VS Futuro?

Além de Crica sou um Dinossauro também. Passado, sempre. O Futuro deixo para os meus filhos.

Sonho VS Realidade?

Sonho com dias em que a realidade era mais fácil do que é hoje. Todavia, avanço na mesma, vou treinando para o jogo decisivo.

Estórias VS Amores?

Há melhor estória para se contar que a do Amor?

Abraços VS FACEBOOK?

Isto é de uma lamechice de vómito, mas, estranhamente continuo a acreditar que existe lugar para abraços dentro do algoritmo azul, portanto, ambos.

317049_1503847772978_1433850823_n.jpg

 

Norte VS Sul?

Esta é fácil. Norte. Por que sim, e mais nada.

 

Tempo VS Sem Tempo?

Tempo tenho-o de sobra, tanto, que por vezes nem sei o que fazer com ele. Gostava que me convidassem para mais coisas interessantes como esta, ou para trabalhar em algum projecto onde pudesse escrever sem ter o tempo todo procrastinado. Escrever com um fito marcado à data. Gosto dessa disciplina.

 

Manhã VS Noite?

Durmo muito pouco, três, quatro horas por noite. É quando escrevo, aliás são agora quase duas e meia da manhã e estou a escrever as respostas a este questionário. A noite prossegue nas minhas rotinas e a manhã está a um passo, ainda vou escrever um outro texto que prometi a um amigo. Não respondi propriamente à questão, mas acho que dá para entender.

Obrigado, Miro. 

_____________________

https://neomiro.blogspot.pt/

(1) - Correntes d'Escrita