Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Depois em Seguida

CULTURA | MUNDO | ENTREVISTAS | OPINIÃO

14 de Maio, 2020

#odiaemqueopoemarebentoudochão, José Miguel Araújo

miguel.jpg

© Carlos Daniel Marinho

 

Agora

Agora…

Sentimos o chão vazio e as estrelas a olhar,

Viajando entre as brumas dos vales e da saudade,

Cidades perdidas que nos abraçam a chorar,

E nos embalam para um caminho de amizade.

Agora…

O tempo despertou a nossa atenção,

A sapiência de quem se atreve a perder a alegria,

Entre a espada e a parede fica a razão,

Que não soubemos guardar na neblina da magia.

Agora…

Não há tempo para se perder na solidão,

Nem vidas perdidas se conseguem animar,

 Iniciamos a viagem que se perde no coração,

 E se encontra ao abraçar.

 

José Miguel Araújo 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.