Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Depois em Seguida

CULTURA | MUNDO | ENTREVISTAS | OPINIÃO

15 de Maio, 2020

#odiaemqueopoemarebentoudochão, Ricardo Correia

bebe.jpg

©Carlos Daniel Marinho

Saudade

 

Há no meu profundo ser

Uma criança alegre, divertida

Que apenas quer fazer

Aquilo que tem sentido na vida.

 

Vejo no horizonte nuvens negras

Sinais de grande preocupação

E recordo a criança nas pedras

Brincando livre com o coração.

 

Dias de dúvidas, incoerência

De mentiras, de falsas verdades

E a criança olha com inocência

Os que provocam atrocidades.

 

Os homens que destroem a Terra

Esqueceram-se de quando eram crianças.

E hoje atiram filhos para a guerra

Destruindo aos futuros as esperanças.

 

E a criança que vive em mim

Chora, soluça, esperneia, desiste.

Porque o adulto não permite enfim

Que o sonho se torne triste.

 

Ricardo Correia

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.