Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Des i - depois, em seguida

Uma perspetiva a dois: cultura, mundo, opinião.

Des i - depois, em seguida

Uma perspetiva a dois: cultura, mundo, opinião.

Rhythm Of Life, Funkelkonzert XXL

A 'Grande Sala' da Elbphilharmonie estava esgotada há meses para mais um Funkelkonzert XXL 2018,  organizado pela The Young ClassX. Os alemães são pontuais, às 19 horas o concerto começou e na rua nevava. (O bilhete custou-me 5 euros, porque eu sou um português 'porreiro' de olhos azuis e tinha a melhor companhia.) 


O 'Ritmo da vida' tinha como fundo o movimento, juntando vozes (The Young ClassX) e instrumentos musicais ( Felix Mendelssohn Jugendorcheste). 

MKXX0784.jpg

  ©MKXX 

A performance do iraniano Michel Abdollahi foi inteligente, mesmo em alemão... não percebi patavina. Fiquei-me pelo grisalho e pela boa-disposição do rapaz.  Mas o público, de várias faixas etárias, estava eufórico.

MKXX2026.jpg

   ©MKXX 

A  'Grande Sala' da Elbphilharmonie é das maiores e mais avançadas, acusticamente, do mundo. Estava cheia.  

 

28576963_10155378892317205_8460860256769593986_n.j

  ©MKXX 

 

A violoncelista Teresa Beldi, brilhou ao homenagear o compositor francês Édouard Lalo, na sua curta participação no concerto. 

 

MKXX0083.jpg

  ©MKXX 

O maestro Clemen Malich emocionou ao dirigir a orquestra ao som da 'Bela Adormecida' e 'Malambo' argentino, no seu arrojado movimento corporal.

 

MKXX0479.jpg

  ©MKXX 

MKXX0407.jpg

   ©MKXX 

Peter Schuldt, director coral (The Young ClassX), de forma audaz, elevou aquelas  54 vozes jovens ao topo. E de surpresa, 'obrigou' a plateia , de pé, a cantar: The Young ClassX, Felix Mendelssohn Jugendorcheste e a plateia.

MKXX1189.jpg

 ©MKXX 


May Mary, Shackles (Praise you) arrepiou. Aplausos.